Natal (mais) Sustentável – Presentes

Já com as nossas casas imersas em espírito natalício, queremos partilhar convosco algumas das maneiras em que podemos reduzir a nossa pegada ecológica, nesta época tão marcada pelo desperdício.

Antes de mais, queremos frisar que todos os esforços rumo à sustentabilidade, por muito pequenos que possam parecer, fazem a diferença. Além disso, ao escrever sobre este tema, não apelamos ao perfecionismo nem tão pouco queremos transparecer que o nosso Natal vai ser completamente livre de lixo/desperdício (podem saber mais sobre a nossa posição sobre este tema no nosso post DESABAFOS DE UM ZEROWASTER IMPERFEITO).

Por muito que se repita que o Natal não deve ser focado nos presentes recebidos, esta é uma tradição que, apesar de originar num conceito bonito de demonstração de afeto, muitas vezes acaba por dominar e caracterizar toda a quadra natalícia.

Para nós, mais do que nunca, esta é uma época onde podemos estar com amigos e familia, muitos dos quais passamos longos meses sem ver. É uma época para trocar histórias, risadas e abraços, acompanhados por uma farta refeição e alguns copos!

Algumas familias têm adotado medidas contra o consumismo, como por exemplo não fazer troca de prendas, muitas vezes abrindo excepções para crianças; ou impondo um limite no número de presentes oferecidos.
Apesar de parecer uma medida drástica, algumas pessoas vão comprando os essenciais (e um tanto mais) quando deles necessitam e, chegando a quadra natalícia, de nada mais precisam.

No entanto, para muitas pessoas, oferecer lembranças simboliza o carinho que temos por alguém e suprimir esta tradição, mudaria o conceito do Natal. Infelizmente, muitas vezes acabam por se oferecer coisas que simplesmente não vão ser apreciadas nem usadas pela outra pessoa. Coisas que vão acabar numa qualquer gaveta até, anos depois, acabarem por ser destralhadas e ter o caixote do lixo como destino. Para além de ter sido um desperdício monetário, não serviu propósito algum e acabará por ser mais alguma coisa num aterro sanitário.

Deixamos aqui as nossas sugestões, para quem não dispensa de oferecer uma lembrança este Natal mas, ao mesmo tempo, quer apostar em lembranças ambientalmente mais conscientes.
Esperamos que gostem!

Photo by Ylanite Koppens from Pexels

Amigo Secreto

Já todos sabemos como funciona o amigo secreto, normalmente organizado entre grupos de amigos – e porque não usar a mesma técnica para a troca de presentes com a familia? Funcionará especialmente bem quando um grande número de pessoas se junta para a Ceia ou Almoço de Natal. Como apenas temos de nos preocupar com a lembrança de uma pessoa, teremos mais tempo a dedicar à procura da lembrança ideal que, consequentemente, terá mais probabilidade em ser uma prenda adequada à pessoa que a vai receber! Além disso, todos os participantes terão mais tempo livre disponível para dedicarem ao que mais interessa – em vez de passar o mês de Dezembro à caça de prendas para 20 pessoas!
A cereja no topo do bolo: no final da troca de presentes, porque não prolongar o mistério e tentar adivinhar quem ofereceu a prenda recebida?

Experiências

Porque de coisas já estão as nossas casas cheias, oferecer experiências é uma opção bastante sustentável e de grande utilidade. Apenas temos de oferecer a experiência certa para a pessoa certa!
Existem imensas opções, desde estadias em hotéis para aqueles que gostam de explorar novas localidades, workshops de culinária para os apaixonados pela cozinha (ou aqueles que querem aprimorar os seus dotes culinários) ou experiências extremas e radicais para os que precisam de uma dose de adrenalina de quando em vez.
Deixamos aqui sugestões de alguns workshops organizados por projetos pelos quais temos um carinho especial. Estes serão a prenda ideal para aqueles que começam a mostrar consciência ambiental, mas também para os que andam nestas andanças há mais tempo:

  • BioVó: workshops sobre cosmética natural, sustentabilidade e naturopatia
  • Vida Econsciente: workshop “A Casa Sustentável” destinado a pessoas que estejam a iniciar uma transição para uma vida com menos desperdício, mais harmoniosa e sustentável

    Photo by Ylanite Koppens from Pexels

Alternativas sustentáveis

Oferecer artigos que vão ajudar o recipiente a adotar rotinas mais sustentáveis e a aumentar a consciência ambiental, também é uma alternativa “verde”.
Na nossa loja encontram várias sugestões de prendas úteis, fáceis de usar e que podem começar conversas sobre sustentabilidade, redução do desperdício e preservação ambiental.
Algumas das nossas sugestões:

  • Sabonetes BioVó: são artesanais, nacionais, vegan, naturais e têm um cheiro divinal. Podem ser oferecidas com uma bolsa de sisal para sabão, para substituir o gel de banho (disponível aqui). Sabonetes BioVó: sabonete natural esfoliante, sabonete natural de argila limão, sabonete natural de alfazema e tea tree, sabonete natural de cacau e menta). Se quiseres ler a nossa entrevista à Verónica, fundadora da BioVó clica aqui
  • Champôs Poção Mágica: também são artesanais, nacionais, vegan, naturais e deixam o cabelo brilhante. São perfeitos para aquele amigo ou familiar que já começou a fazer algumas trocas sustentáveis e só precisa de um empurrãozinho para deixar de usar os champôs líquidos! Podes escolher entre champô para cabelo seco, oleoso e normal. Se quiseres ler a nossa entrevista à Sandra, CEO da Poção Mágica clica aqui
  • Palhinhas reutilizáveis, para aquele amigo que não dispensa palhinha sempre que pede uma bebida (existem de bambu, vidro e aço inox)
  • Um bálsamo labial zero waste (sem plástico) para aquele familiar que não consegue passar sem aplicar batom hidratante nos lábios. O nosso é vegan, artesanal e natural (disponível aqui).
  • Também temos conjuntos desperdício zero (neste momento apenas dois), que permitem comprar vários artigos a um preço reduzido. Temos disponíveis o conjunto higiene oral (composto por escova de dentes e porta escovas de bambu e pasta dentária zero waste) e o conjunto compras (composto por vários sacos ideais para comprar frutas, legumes e bens a granel)

Se precisarem de ainda mais inspiração, espreitem a nossa loja aqui.

Artigos em segunda mão

Muitos bens podem ser reutilizados por várias pessoas, sem perderem o seu propósito inicial: é o caso de roupas, acessórios ou livros. Na prática, coisas que simplesmente já não fazem sentido na nossa vida, podem ser exatemente aquilo que outra pessoa está à procura.

Em alguns países, lojas em segunda mão são bastante frequentes e populares, e muitas vezes associadas a instituições de caridade.
Em Portugal, apesar de não serem tão comuns, artigos em segunda mão podem ser encontrados em algumas lojas (encontra a loja mais próxima de ti aqui), mercados ou feiras de natal (como esta, em Viseu, onde se podem encontrar livros em segunda mão) ou na internet – incluindo no Facebook.

Apoiar projetos locais e ambientalmente conscientes

Apoiar o comércio local e nacional, para nós, faz todo o sentido. Ao apoiar pequenas empresas locais, estamos a investir no nosso país e na sua economia.
Além disso, também consideramos importante apoiar empresas que tenham consciência ambiental e estejam a contribuir para este movimento ambientalista e para as mudanças sustentáveis a que se tem assistindo um pouco por todo o país.

Photo by Humphrey Muleba from Pexels

Conhecimento de Causa

Para muitas pessoas, o fator surpresa é fundamental. No entanto, muitas outras, não se importam de dar e receber presentes cujo conteúdo já é conhecido. Mesmo sabendo o que está dentro do embrulho, os sentimentos de gratidão e afeição, estarão sempre presentes. Se pertences a este grupo de pessoas, então simplesmente pergunta “O que precisas?“. Confessamos que esta é uma das nossas técnicas de eleição: sabemos que o nosso presente vai ser apreciado, usado, e recebido de coração cheio!

Alternativamente, para os mais astutos (no bom sentido, claro), o fator surpresa pode ser mantido se a informação for obtida sorrateiramente, quando em conversa. No entanto, existe o risco de, como a outra pessoa não conhece os nossos planos, adiantar-se e presentear-se a si própria!

DIY / Faz Tu Mesmo

Somos da opinião de que oferecer uma prenda feita por nós próprios têm um significado especial.
Nem toda a gente têm o tempo ou os conhecimentos para fazer uma camisola ou um gorro de lã para toda a gente lá de casa. Mas aqueles que têm uma queda para a cozinha, também se podem aproveitar do talento. Bolinhos, doces de fruta ou bolachas são outra lembrança que, para além de demonstrarem o carinho que sentimos por alguém, não irão ficar esquecidas na gaveta!
Pontos extra para quem decorar os recipientes ou as próprias doçuras com espirito natalício!

Photo by Marta Dzedyshko from Pexels

Esperamos que estas ideias vos tenham inspirado a fazer um esforço para escolher uma lembrança que, de algum modo, seja um bocadinho mais sustentável.
Partilha conosco as tuas ideias & presentes eco!

 

Até breve ❄️