Conhece os Amigos do Oceano

Conhece os Amigos do Oceano

Hoje temos o prazer de vos apresentar um projecto fantástico guiado por pessoas que partilham os mesmos ideais que nós e que dão o seu contributo e exemplo de uma forma diferente e bem divertida.

Os “Amigos do Oceano” estão sediados em Aveiro, uma cidade onde passámos grande parte das nossas férias quando éramos pequenas, sendo que as suas praias têm um enorme significado para nós. Esperamos que esta pequena entevista vos inspire tanto quanto nos inspirou a nós e que quando passarem por esta bela zona do país tenham oportunidade de participar em algumas das actividades organizadas pelos Amigos do Oceano.

[Ecosisters] Como nasceram e quem são os Amigos do Oceano?

[Amigos do Oceano] “Amigos do Oceano” nasceu como ideia em 2001. Nessa fase inicial, em parceria com um clube de surf em Aveiro e com o apoio do Instituto Português da Juventude, desenvolvemos uma atividade de sensibilização ambiental junto da comunidade local através da publicação de um boletim trimestral. Ao longo dos anos seguintes, fomos testando outras possibilidades e áreas de intervenção. Finalmente, em 2017, formalizamos o projeto num espaço físico próprio, o que nos permitiu ampliar a nossa área de intervenção e atividade pública.

“Amigos do Oceano” tem como objectivo principal promover uma consciência ecológica e de cidadania ativa, através da realização de atividades nas áreas do Surf, Ecologia e Arte.

 

[ES] O que inspirou a vossa vertente ecológica e que tipo de eventos organizam?

[AdO] Sempre vivemos em contacto direto com a natureza e desde jovens que praticamos surf. A nossa grande fonte de inspiração é o amor que temos pela Natureza e a vontade de contribuir para o processo de regeneração da sociedade e do planeta. Movimentos como o da Ecologia Profunda, as tradições filosóficas Orientais ou a sabedoria dos povos indígenas, estão também entre as nossas fontes de inspiração e de investigação.

De momento organizamos vários tipos de atividades e eventos, desde aulas de iniciação ao meio aquático e ao surf, limpezas de espaços naturais, palestras públicas, ações de educação ambiental, sessões de ioga e exploração da natureza. Entendemos que uma educação ecológica necessita ter como ponto de partida a experiência direta e pessoal com o mundo natural. Não se pode respeitar e proteger aquilo que não se ama. Nessa experiência precisam de estar envolvidos todos os nossos sentidos. Sabemos como as emoções e o sentido de deslumbramento estão na base da aprendizagem e da descoberta, e por essa razão aproveitamos a ligação à natureza proporcionada, por exemplo, pelo surf para ampliar o amor pelo mundo natural.

Planeamos a médio prazo utilizar outras “linguagens” e recursos – como a Arte – e o envolvimento direto dos cidadãos na criação de outras incitativas de educativas e ecológicas.

[ES] Onde podemos encontrar a lista de actividades programadas?

[AdO] As nossas atividades programadas de base (aulas de surf, exploração da natureza e ações de educação ambiental) podem ser encontradas na nossa página de facebook, em: https://www.facebook.com/amigosdooceanosurf/. Também é possível solicitar informações através do email: amigosdooceanosurf@gmail.com .

Procuramos funcionar de uma forma orgânica, dando espaço à criatividade e autonomia das pessoas que colaboram connosco. Mantemos também um diálogo permanente com outras entidades (escolas, juntas de freguesia, associações ambientalistas, etc.). Assim, atividades complementares vão sempre sendo desenvolvidas ao longo do ano.

 

[ES] Consideram que a preocupação ambiental está a crescer na população?

[AdO] É visível, numa parte da população, um aumento do respeito e uma preocupação em cuidar da natureza e dos animais. Ao mesmo tempo, parece-nos que uma outra parte, ainda considerável, da sociedade permanece desligada das questões ecológicas. As suas “preocupações” são muito superficiais. Claro que mesmo isso é bom. Mas convém sermos realistas e não ficarmos demasiado eufóricos com “modas”, ainda que ecológicas. O processo de despertar e de aprendizagem é lento. Grandes slogans e campanhas têm pouco impacto. Mais importante é o conjunto de milhares de pequenas ações efetivas, no dia-a-dia de cada cidadão. Só semeando podemos colher. Cada gesto de respeito pela vida e pela natureza tem um impacto profundo no futuro das gerações vindouras. Um punhado de cidadãos despertos tem uma força muito maior do que uma multidão de desatentos.

[ES] Notam maior consciência ecológica nas gerações mais novas?

[AdO] Sim. As novas gerações estão mais atentas às questões ecológicas, quer seja a poluição, o desmatamento, passando pelo bem-estar animal. Cremos que as novas gerações estão mais preparadas para o despertar da consciência ecológica. Vemos que o vegetarianismo, a simplicidade voluntária, a economia solidária, o contacto com a natureza, a reflorestação ou a preservação do património natural, entre muitas outras coisas, exercem um enorme fascínio nos mais jovens – assim como nos menos jovens.

A consciência ecológica abarca a forma como nos relacionamos com o planeta, com os outros seres e connosco próprios. Numa visão ecológica da vida não há distinção entre dentro e fora, o eu e o outro, o planeta ou o indivíduo. É uma consciência holística que percebe que tudo é a mesma Vida universal – uma imensa rede interdependente de incontáveis vidas que vivem, aprendem e evoluem neste nosso querido planeta Azul. A mesma força que impulsiona as galáxias faz brotar uma semente e palpitar um coração. E esta consciência é fonte de felicidade.

(Joaquim Soares – Coordenador dos “Amigos do Oceano”)

Até breve!

4 Comments

  • Anabela Pires Posted Agosto 26, 2018 9:27 pm

    Entrevista fantástica!
    A ecologia do oceano e não só, começa na consciência de cada um de nós, fazer das praias depósitos de lixo é um atentado à vida marinha!

    • Ecosisters Posted Agosto 27, 2018 8:09 am

      Muito obrigada Anabela! Concordamos a 100% – por isso adoramos projetos como este que ajudam a aumentar a consciência ambiental na nossa população para que atos como deitar lixo para o chão deixe de ser banal 🌏

  • Joana Silva Posted Agosto 28, 2018 8:27 am

    Adorei a entrevista e sem dúvida que a mensagem é clara e bela: é a força que reside no coração de todos nós que pode ser impulsionada através de actividades como as oferecidas por este grupo de pessoas em constante contacto com a natureza e com o ser humano.

    • Joana Posted Setembro 1, 2018 12:23 pm

      Obrigada Joana! Foi um prazer divulgar a mensagem deste fantástico grupo de pessoas 🌏

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *